CEFORH e Corpo de Bombeiros realizam simulado, em Pariquera-Açu/SP

Teste serviu como aula prática para os 49 presentes do curso Pós-Tec de Urgência e Emergência da unidade do Consórcio

Era para ser um salvamento de rotina para o 6º Grupamento do Corpo de Bombeiros de Registro/SP, mas o resgate terminou quase em uma grande tragédia devido ao fogo que tomou conta das instalações do Centro Formador de Recursos Humanos – CEFORH/CONSAÚDE, dia 12 de setembro, na cidade de Pariquera-Açu/SP.

 No total 5 pessoas ficaram feridas no incêndio que atingiu a escola. O trabalho da equipe dos bombeiros, comandados pelo Tenente Venâncio, foi rápido, não dando chances para que as chamas se alastrassem e o número de vítimas aumentasse.

 Logo após, foi a vez das equipes de socorristas realizarem os primeiros atendimentos no local, estabilizassem e realizassem adequadamente os procedimentos de urgência.

 ……………………………………………

Mais uma vez o CEFORH/CONSAÚDE inova em sua didática e forma de testar o conhecimento de seus alunos através de mais um simulado. Para quem realiza o curso do Pós-Tec em urgência e Emergência, na cidade de Pariquera-Açu, foi a oportunidade de viver um pouco da pressão e adrenalina de uma situação de alto risco envolvendo múltiplas vítimas.

Nesse simulado a participação marcante foi dos integrantes do 6º Grupamento do Corpo de Bombeiros da cidade de Registro/SP que já realizou inúmeros outros, junto a instituições públicas e privadas, de uma maneira segura e sem complicações para os participantes.

Para o Tenente Venâncio ao grupamento buscou colaborar com a instrução dos estudantes e destacou a importância da organização e da sincronia entre as equipes. “O mais importante de tudo isso é a forma como as equipes dos bombeiros e socorristas atuom com sincronismo, quem ganha é a população.”

Ele acrescenta: “Uma coisa é o aluno em sala de aula, outra muito diferente é a prática e simulação de situações. As duas se complementam, tudo que você aprende no treinamento acaba vivendo naquela situação. Nesse caso o simulado.”

Segundo a diretora do CEFORH, Ruth  Gouvêa, idealizadora dos diversos simulados já realizado “(…) trata-se de um ensino integrado, especialmente no ensino teórico e prático dos conteúdos que dessa forma tornam a aprendizagem mais fácil de ser assimilada e faz com que os alunos fiquem entusiasmados ao presenciar um episódio como esse. Dessa forma podemos oportunizar ao nosso aluno, dentro da escola, uma das situações que podem ser encontradas na vida real, porém com menos intensidade.”

A razão do sucesso comprovado do curso e dos simulados disponibilizados pelo CEFORH é sua dinâmica em inovar situações e possibilidades do dia a dia para aprimorar o preparo dos estudantes ao se defrontarem com uma situação real.

Para sua Diretora a unidade formadora de alunos no setor de saúde há mais de 40 anos tenta fazer o possível para as turmas terem sucesso e testarem seu conhecimento. Além de possibilitar um momento de descontração. “É uma oportunidade dos alunos terem mais entusiasmo, é uma hora de lazer para eles. Creio que isso seja muito salutar para o ensino. Seja ele de saúde ou de qualquer outro tema.”

Acidente com 6 vítimas é simulado

Logo após a simulação com o Corpo de Bombeiros, outro simulado, só que desta vez de um acidente automobilístico, foi realizado na manhã do dia 12 de setembro. Desta vez com 6 (seis) vítimas. Da mesma forma que no anterior, os alunos foram divididos por equipes e supervisionados pelos professors do Pós-Tec que avaliam de perto os procedimentos e as abordagens realizadas pelos estudantes.

Durante ambas oportunidades, o pátio do CEFORH/CONSAÚDE esteve cheio de alunos observando as situações, inclusive de escolas privadas que pediram autorização prévia. Ao todo 49 alunos estiveram presentes nos simulados.

Mais uma vez, o CEFORH, através de sua diretora Ruth Gouvêa, seu corpo docente e demais profissionais conferiu sucesso em outro simulado realizado pela instituição, situação única na região e exemplo para as demais escolas técnicas de todo o país.