CEFORH será palco de videoconferência do Programa Recomeço

programa-recomeco

O CEFORH – Centro de Formação de Recursos Humanos de Pariquera-Açu, será palco, no dia 15 de julho, das 9h às 17h, de uma videoconferência com o tema “Panorama das Políticas sobre drogas no Estado de São Paulo”. O CEFORH é administrado pelo Consaúde – Consórcio Intermunicipal de Saúde do Vale do Ribeira e Litoral Sul.

A videoconferência é uma iniciativa da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social (Seds) de São Paulo, por meio da Escola de Desenvolvimento Social do Estado de São Paulo (Edesp), em parceria com o Programa Recomeço e a Fundação do Desenvolvimento Administrativo (Fundap). O objetivo é oferecer uma capacitação inovadora com base na educação permanente e em aprendizagens significativas tendo como foco a orientação dos profissionais da rede de atendimento socioassistencial sobre seu papel como agente executor das políticas sobre drogas, praticadas no Estado de São Paulo.

A videoconferência será conduzida por especialistas na temática, com transmissão, que ocorrerá a partir de um estúdio localizado na capital do Estado. Os participantes desenvolverão as atividades nos ambientes do programa Tecnologia para a Rede de Escolas de Governo (TecReg) do Estado de São Paulo em aproximadamente 26 regiões do Estado. Com carga horária de 8 horas, a videoconferência é dirigida aos profissionais das áreas que atuam nas políticas sobre drogas nos 645 municípios do Estado de São Paulo. Os inscritos que estiverem presentes poderão interagir com os especialistas.

As inscrições seguem até o dia 10 de julho, no Portal Edesp que é www.edesp.sp.gov.br. O endereço do CEFORH é Rua dos Expedicionários, 140, centro de Pariquera-Açu.

 

Programa recomeço

Criado em abril de 2013, o Programa Recomeço é uma iniciativa do Governo do Estado de SP para resgatar os dependentes químicos, especialmente de crack, por meio de acompanhamento multidisciplinar do dependente.

A iniciativa propõe uma nova maneira de acolher este público, incentivando a procura espontânea por ajuda e, principalmente, apresentando aos mais resistentes a oportunidade de um recomeço, de uma vida nova.

O trabalho integrado entre o Poder Judiciário e o Executivo, por meio de ações coordenadas entra as Secretarias Estaduais da Saúde, da Justiça e Defesa da Cidadania e do Desenvolvimento Social, buscam facilitar o acesso ao tratamento médico e, quando necessário, a internação destas pessoas em centros de referência.

Na luta contra o crack e outras drogas, o objetivo é garantir a promoção dos direitos humanos com a oferta de atendimento especializado ao dependente químico. Desta maneira é possível recuperar sua integridade, fortalecer seus laços familiares e trazê-lo de volta ao convívio e às atividades sociais.