CEFORH/CONSAÙDE completa 39 anos formando profissionais

O Centro de Formação de Recursos Humanos (CEFORH) é o braço do Consaúde que, como revela o próprio nome, forma profissionais de nível médio para atuarem na saúde pública nos municípios do Vale do Ribeira. Situado em Pariquera-Açu, a unidade comemora seu 39º aniversário na sexta-feira, 13 de agosto.
Primeira e atual diretora do CEFORH/CONSAÚDE, a enfermeira Rute Gouvêa conta ter reivindicado a instalação da escola pois, quando chegou à região, para trabalhar no Hospital Regional, encontrou absoluta falta de mão de obra especializada. “Em 1970, não se encontrava aqui nem enfermeiros nem técnicos. Os cinco auxiliares que trabalhavam no Hospital Regional conquistaram o título por decreto do governador Jânio Quadros – um era almoxarife, outro secretário e três eram atendentes”, relembra. Esses auxiliares por decreto cuidavam dos 200 leitos existentes no HRVR.
No ano seguinte, o CEFORH/CONSAÚDE foi inaugurado, tornando-se responsável pela formação de mais de 3,5 mil profissionais como auxiliares e técnicos de enfermagem, Agentes Comunitários de Saúde e Técnicos de Higiene Bucal, entre outros, que atuam no HRVR, nas demais unidades do CONSAÚDE e nos municípios.
O CEFORH/CONSAÚDE tornou-se referência regional e atualmente integra uma das 37 Escolas Técnicas do Sistema Único de Saúde (ETSUS). Recentemente, essa escola formou 39 técnicos de enfermagem que, até então, atuavam como atendentes. Atualmente há outros 102 técnicos em formação em salas descentralizadas que atendem os municípios de Iguape, Juquiá, Mongaguá, Cajati e Pariquera-Açu.
Além da ETSUS, o CEFORH/CONSAÚDE dispõe de uma sala de videoconferência para cursos, palestras e conferências interativas realizadas pela Secretaria da Saúde, Ministério da Saúde e universidades, com temas que promovem atualização profissional.
Na semana passada a escola ganhou do UNICEF, com quem mantém parceria, onze microcomputadores, dez monitores, um kit mouse e teclado sem fio, um roteador wireless, três impressoras a laser, máquina fotográfica digital, tevê 40 polegadas Fulll HD e data show. O objetivo da enfermeira Rute, junto com a superintendente do Consaúde, Maria Cármen Amarante Botelho, e o prefeito Décio Ventura, presidente do Consórcio, é criar uma sala para inclusão digital destinada ao atendimento de crianças. O CEFORH/CONSAÚDE também vai implantar programa de inclusão digital destinado aos trabalhadores da saúde na região.
Pesquisa realizada pela equipe do CEFORH/CONSAÚDE, denominada “Três décadas de formação de trabalhadores de saúde e sua repercussão no Vale do Ribeira” mostrou que houve uma evolução no sistema de saúde após o ingresso dos profissionais com formação específica possibilitando significativa melhora nos indicadores de saúde. A pesquisa, feita com 514 egressos da escola de Pariquera-Açu, mostrou ainda que os trabalhadores também melhoraram seus padrões de vida. “Tenho muita alegria em ver os milhares de alunos revelarem que a vida deles mudou completamente, adquiriram boas condições financeiras e puderam educar seus filhos. Não se tem conhecimento de nenhum desses trabalhadores ou seus filhos que tenham se envolvido em situações de risco”, afirma a diretora da escola. “Quando se fala em educação no Vale do Ribeira fala-se no Centro Paula Souza e no Cefet. Esquecem que o CEFORH/CONSAÚDE também é de formação profissional”, lamenta Rute Gouvêa.
Uma escola, aliás, que forma o profissional que vai cuidar do que é mais caro ao ser humano: a saúde.