CEFORH/CONSAÚDE proporciona formação em Docência com a cooperação de Universidades públicas

Além de formar profissionais para o mercado de trabalho, Centro Formador mantém vinculo com Estado e Ministério para habilitação de docentes na área de saúde

Nestes últimos 40 anos, o Centro Formador de Recursos Humanos teve por excelência formar profissionais para atuação no segmento de saúde. Como forma de manter a qualidade em seus processos de ensino e aprendizagem tomou a iniciativa de fazer a sua parte na capacitação e formação qualificada de seu corpo de professores, tanto da região quanto do Estado.

Para exemplificar, o CEFORH propriamente não forma docentes, apesar de capacitá-los e usualmente falando, a unidade “faz o meio de campo” na formação de professores específicos para a área de saúde, transformando-os de profissionais estritamente técnicos para multiplicadores perfeitamente habilitados para a prática de ensino e divulgação do conhecimento.

Há mais de dez anos é exigência legal no Brasil que um docente de Centros ou Escolas de Formação de Pessoal Profissional em Saúde de Nível médio seja graduado ou licenciado em docência, na área de sua especialidade – o que é devidamente cumprido e respeitado pelo Centro Formador de Recursos Humanos.

Sua diretora, Ruth Gouvêa, observa que a necessidade de aproveitar os inúmeros profissionais qualificados das demais unidades do Consórcio Intermunicipal de Saúde do Vale do Ribeira foi um dos fatores para fortalecer esta parceria com entidades conceituadas de capacitação de professores, como a Fiocruz, USP, entre outras.

“Como no Vale do Ribeira os profissionais graduados, quer em Enfermagem, Medicina, Biologia, Farmácia, Odontologia, não possuíam cursos de Docência ou formação afim, nosso CEFORH/ CONSAÚDE, gestionou junto ao Ministério de Saúde e com a Secretária do Estado da Saúde para que articulassem convênios com as Faculdades que tinham esses cursos para que os referidos docentes pudessem ser formados,” explica Ruth Gouvêa.

Atualmente, 22 profissionais fazem a docência em enfermagem, na área de Neonatologia, 05 (cinco) em Gestão de Recursos Humanos dos Trabalhadores da Saúde pela Faculdade de Medicina da UFMG e 2 (dois)  em Especialização em Gestão Pedagógica das ETSUS pela Faculdade de Enfermagem da UFMG.

Ruth Gouvêa finaliza lembrando que esta forte parceria com o Estado e o Ministério da Saúde mostra a eficiente ação pública junto à sociedade, além de destacar que a especialização de numerosos profissionais é elemento valioso para justificar o conceito de excelência que o CEFORH/CONSAÚDE possui.

Entenda o processo

A instituição divulga os cursos para todos os candidatos a docentes. Estes se inscrevem como candidatos aos cursos oferecidos. No caso específico, que foi o das Faculdades Unesp de Botucatu,Uniararas, Fio Cruz e USP, em convênio com a FUNDAP, foram realizadas seleções entre os candidatos, com destaque para análise de Currículo e da documentação exigida, o que resultou no seguinte resultado:

  • 05 concluintes pela Faculdade Uniararas
  • 30 concluintes pela Faculdade UNESP-Botucatu
  • 47 concluintes pela Faculdade USP/FIO CRUZ
  • 22 concluintes pela FUNDAP (Urgência e Emergência)

Com 104 docentes habilitados em curso semi-presencial com conteúdo intensivo online, já que o Vale do Ribeira ainda possui a barreira geográfica da dificuldade de acesso em relação a vários grandes centros, tanto de SP quanto do PR.