CONSAÚDE alerta sobre cuidado com crianças e ferimentos causados por acidentes domésticos

Acidentes domésticos com crianças são comuns em todo Brasil, na maioria dos casos, geram ferimentos leves, mas sempre se deve prestar atenção nos pequenos, mesmo na segurança do lar. Um dos acidentes mais perigosos é o que ocorre com o tanque de lavar roupas de concreto ou cerâmica, o que ocasiona acidentes graves. Na maioria dos casos, os pequenos se acidentam após subir ou apoiar-se no tanque, que por estar inadequadamente fixado, vira e cai sobre o corpo. A este acidente, os especialistas chamam de Síndrome do Tanque.

Na noite do dia 17 de março, a unidade pré-hospitalar do CONSAÚDE (Consórcio Intermunicipal de Saúde do Vale do Ribeira), SAMU Vale do Ribeira, recebeu chamada a respeito de um acidente doméstico ocorrido na periferia de Pariquera-Açu/SP.

No local, o resgate se deparou com um menino de dois anos que ao querer subir no tanque de lavar roupas forçou a queda do mesmo sobre seu corpo, o que culminou com ferimentos internos na criança. Imediatamente resgatada, a criança foi levada, já em estado grave, para o setor de Urgência/Emergência do HRVR/CONSAÚDE onde foi reanimada. Porém, devido à grande perda de sangue e nível das lesões internas, veio a falecer instantes depois.

Este tipo de ocorrência leva grande número de crianças feridas, todos os anos, para os P. Socorros das unidades de referência, em todo Brasil. Os ferimentos causados pela queda de um tanque de lavar roupa em uma criança podem acarretar lesões incomuns, como a ruptura de grandes vasos e miocárdio – o que pode ser fatal.

Para o chefe da Pediatria do HRVR/CONSAÚDE, Dr. Lavoisier Luiz Yosetake, o principal tipo de ferimento causado é o trauma intrabdominal, o que pode acarretar hemorragia interna. “É normal a criança subir em tanques e cadeiras, mas o problema é como está organizada a casa, como por exemplo, na fixação do tanque. Este tipo de acidente é na maioria das vezes fatal para uma criança pequena, devido ao peso do concreto, já que atinge órgãos que contém muito sangue, como o baço e fígado, causando seu rompimento, consequentemente, hemorragia interna.”

Porém, o pediatra garante que o número de casos do tipo teve grande decréscimo na região, pois as famílias cada vez mais, dispensam o uso de tanques quando adquirem máquinas de lavar roupa devido ao incremento na renda nos últimos anos. Mesmo assim, fica o alerta aos pais e responsáveis para sempre ficarem de olhos nas crianças, mesmo dentro de casa.