Conselho Técnico do CONSAÚDE discute atendimentos em Urologia

Demanda de atendimentos na especialidade médica de Urologia, referências e contra referências, modificações no protocolo de atendimento e farmacêutico para todo o Vale do Ribeira, assim como todas as questões referentes a especialidade mais requisitada na região foram discutidas

Uma reunião marcada pela busca de soluções visando a intensificação de esforços na melhoria do atendimento de saúde na região, mais especialmente na Urologia. Ocorrida em Pariquera-Açu, dia 2 de maio, no município sede do Consórcio Intermunicipal de Saúde do Vale do Ribeira o encontro entre médicos e farmacêuticos dos municípios, secretários e diretores de saúde, diretores do CONSAÚDE, HRLB, DRS XII Registro, diretores de outras unidades do Consórcio e demais convidados serviu como modelo para a avaliação de cada especialidade oferecida na região.

Criada em 2009, a equipe atualmente conta com uma demanda reprimida de mais de 2 mil atendimentos, realizando mais de 80 procedimentos cirúrgicos/mês. É formada por três (3) médicos especialistas e presta uma série de serviços no HRLB: ambulatórios, atendimentos no pronto socorro, centro cirúrgico, visitas aos pacientes, entre outros.

Com o objetivo de exemplificar os maiores problemas encontrados dos pacientes nos municípios e no Hospital Regional, os profissionais utilizaram estudos de caso de situações vividas, apontando os problemas mais freqüentes da especialidade, tais como: consultas de retorno, tratamentos interrompidos por problemas na rede de saúde, pacientes pós-operatórios com necessidade de retorno, dificuldade no número de leitos para internação, encaminhamentos incompletos dos pacientes por várias razões, inexatidão de referência e contra-referência, o aprimoramento da logística entre Consórcio e municípios em relação a documentação dos pacientes.

Enfim, qual o papel de cada integrante da rede de atendimento à saúde tem no processo, os desafios enfrentados pela equipe de urologistas do HRLB e a necessidade de conscientizar as cidades integrantes da DRS XII Registro.

Para Ricardo Dezorzi, um dos urologistas da equipe, “(…) talvez seja o dia mais importante da especialidade de Urologia ou para os pacientes urológicos do Vale. Juntar esforços em todas as esferas; tudo que discutiremos aqui será em função do paciente, em função do conforto deles. Temos pessoas interessadas em melhorar a saúde do nível mais simples ao mais complexo. Não vamos resolver o problema desta região, hoje, mas estamos dando um grande passo para que isso aconteça.”

Soluções encontradas para melhorar o atendimento

Melhorar a conscientização e acompanhamento dos pacientes desde seu município de origem, promover a educação continuada para os profissionais médicos dos municípios e a intensificação no entendimento dos protocolos das especialidades disponíveis no Consórcio,  promover o agendamento de dois (2) exames ou mais para a mesma data para os pacientes, buscar adaptar o protocolo de atendimento à realidade de cada cidade, aprovar mudanças do protocolo farmacêutico junto ao CGR e melhorar a referência e contra-referência. Foi novamente discutido a importância da referencia e contra-referencia baseada em protocolos, sendo que estas diretrizes já foram entregues as cidades por parte do CONSAÚDE, aguardando uma resposta dos municípios baseada na realidade de cada um deles.

Outra solução acordada e colocada em discussão seria a padronização do encaminhamento das receitas médicas de 3 meses para um ano, e providenciar para que as medicações de uso prolongado indicadas nos ambulatórios possam ser retiradas nos municípios – o que deve ser acordado no colegiado, através da DRS XII Registro.

Estiveram presentes na reunião do Conselho Técnico, a prefeita de Itariri, Rejane Silva, o prefeito de Sete Barras e vice-presidente do CONSAUDE, Miro Kabata, o diretor regional da Secretaria de Planejamento do Estado (ERPLAN), Noel Castelo, o diretor do Departamento Regional de Saúde (DRS XII Registro), Nilson Rezende, a diretora superintendente do CONSAÚDE, Maria Cármen Amarante Botelho, e demais diretores do Consórcio, assim como Laboratório Regional e CAR.

Entre os dirigentes municipais de saúde e profissionais do setor, estiveram representados os municípios de Cajati, Cananéia, Iguape, Ilha Comprida, Itariri, Jacupiranga, Juquiá, Miracatu, Pariquera-Açu, Pedro de Toledo, Registro e Sete Barras.

O próximo encontro do Conselho Técnico terá como pauta a especialidade de Cardiologia, dia 5 de julho. Os debates da equipe de urologia terão continuidade junto aos próprios municípios.