Equipe Multiprofissional de Terapia Nutricional do HRLB traz palestra sobre nutrição em pacientes de risco

Objetivo do EMTN foi trazer informações sobre cuidados com pacientes graves internados e sua alimentação em quadro de “Sepse Orgânica”

Atualmente, umas das evoluções tecnológicas da medicina que mais geram frutos e benefícios à saúde de pacientes e eficiência às equipes multiprofissionais é a nutrição de pacientes de forma enteral e parenteral.

Em palestra realizada dia 28 de fevereiro, no auditório do Hospital Regional Dr. Leopoldo Bevilacqua, em Pariquera-Açu, foram apresentadas aos aproximadamente 40 profissionais presentes da instituição informações quanto a “Terapia Nutricional na Sepse Orgânica,” através da palestrante Camila R. Prim Calvi, da empresa Nutro Soluções Nutritivas.

Para esclarecer ao leitor leigo, a ‘Sepse’ é o conceito para o conjunto de manifestações, ou melhor, de infecções severas que acometem os pacientes através do sangue, principalmente pela ação de bactérias. Podemos citar como exemplo a pneumonia e a meningite.

Durante a palestra foram abordadas formas de levar os ingredientes necessários para uma melhor recuperação nesses pacientes graves. Em tais casos indivíduos podem ficar meses internados em uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI) sem condições de se alimentar naturalmente. Por isso dos cuidados com a nutrição enteral e parenteral nesses casos específicos, já que um dos sintomas da Sepse é a desnutrição energético-protéica.

O EMTN do HRLB auxilia no tratamento de pacientes não somente em sepsia, mas também nos casos em que a nutrição enteral ou parenteral seja necessária, trabalhando em conjunto com inúmeros profissionais e abrangendo vários setores da unidade hospitalar. No caso do HRLB, a equipe conta com médicos, enfermeiros, nutricionistas, farmacêuticos e funcionários administrativos – uma verdadeira Equipe Multiprofissional.

Para a nutricionista do HRLB, Cida Aparecida: “Toda a adequada manutenção da alimentação dos pacientes, tanto enteral quanto parenteral tornam a Terapia Nutricional ferramenta indispensável no cuidado do paciente séptico grave, como os internados na UTI, sendo impossível tratar a patologia sem o suporte específico da alimentação. A palestra de hoje serve como uma valiosa dica de como proceder em casos em que o paciente está em um quadro infeccioso grave. A nutrição adequada faz parte fundamental do tratamento do paciente em qualquer circunstância.”