Estrutura do novo prédio do HRLB é finalizada

Parte estrutural do prédio de cinco pavimentos está concluída; cozinha e refeitório devem ser entregues até o final deste ano.

O terreno anexo ao Hospital Regional Dr. Leopoldo Bevilacqua (HRLB), de Pariquera–Açu, gerenciado pelo CONSAÚDE – Consórcio Intermunicipal de Saúde do Vale do Ribeira e Litoral Sul, é um verdadeiro canteiro de obras. É um vai e vem de operários, máquinas e materiais de construção. Assim, ergue-se o novo prédio do HRLB, seguindo o cronograma previsto pela Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo (SES-SP).

O HRLB passa por obra de ampliação com a construção de uma nova edificação, onde funcionarão o Pronto-Socorro, a Unidade de Tratamento Semi-Intensivo adulto, a Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) adulto, o Centro Cirúrgico, a Central de Material Esterilizado (CME), o Setor de Internação e o Serviço de Nutrição e Dietética, em bloco adjacente. A previsão é que a cozinha e refeitório sejam entreguem até o final deste ano.

O novo bloco do HRLB contará com um total de 108 leitos, sendo 60 para internação, 20 leitos UTI adulto, 10 leitos semi-intensivos e 18 leitos para pacientes em observação. A área é de 8.796,08 m² distribuídos em cinco pavimentos e um bloco adjacente devidamente equipados e mobiliados, oferecendo aos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS) atendimentos de urgência e emergência, procedimentos cirúrgicos e internações, conforme normas regulamentadoras do Ministério da Saúde e diretrizes da Secretaria de Estado da Saúde.

O HRLB é uma referência em atendimentos de média e alta complexidade no Vale do Ribeira, e sua localização é estratégica: está a 10 km da Rodovia Régis Bittencourt (BR 116) e a aproximadamente 200 km de grandes centros urbanos como São Paulo, Santos, Sorocaba e Curitiba. O Hospital é uma unidade da Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo, administrada pelo CONSAÚDE, sendo voltado ao atendimento dos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS), abrangendo os 15 municípios pertencentes à Diretoria Regional de Saúde XII.

Após a conclusão da nova edificação, será realizada a reforma da estrutura atual a fim de modernizá-la e torná-la adequada às legislações e normas vigentes. Por enquanto, ainda não existe projeto para a reforma da edificação em funcionamento. O orçamento previsto para a construção do novo prédio é de R$25 milhões, com recursos da SES-SP.