Funcionários do HRLB/CONSAÚDE passam por treinamento para implantação do protocolo de cirurgia segura

IMG-20170818-WA0033

O Núcleo de Segurança do Paciente (NSP) do Hospital Regional Dr. Leopoldo Bevilacqua, administrado pelo CONSAÚDE, finalizou no último mês de julho o treinamento para a implantação do protocolo de cirurgia segura. A ação teve início em janeiro deste ano.

Participaram do treinamento, médicos, enfermeiros, técnicos e auxiliares de enfermagem, profissionais da farmácia e recepção do HRLB/CONSAÚDE. A iniciativa foi voltada, principalmente, aos profissionais que estão diretamente envolvidos no atendimento dos pacientes que serão submetidos à cirurgia eletiva.

De acordo com a coordenadora do NSP/HRLB, enfermeira Jenny Arcentales Herrera, outros funcionários do Hospital passarão pelo mesmo processo. “O treinamento atingirá também os setores que recebem pacientes que irão ser submetidos a procedimentos cirúrgicos de emergência”, afirmou.

O Núcleo, desde o ano passado, já implantou diversos protocolos que são sugeridos pela ANVISA. “Trabalhamos com protocolos que garantem a identificação segura, a higienização das mãos, cirurgia segura, prevenção de quedas e segurança com a medicação. A adesão e conscientização dos profissionais é fundamental”, enfatiza Jenny.

Cirurgia Segura

A Organização Mundial da Saúde (OMS) estabeleceu um programa para garantir a segurança em cirurgias que consiste na verificação de itens essenciais do processo cirúrgico. O objetivo é garantir que o procedimento seja realizado conforme o planejado.

No Brasil, o Protocolo para Cirurgia Segura foi estabelecido pelo Ministério da Saúde (MS) com a finalidade de determinar as medidas a serem implantadas para redução do risco de eventos adversos que podem acontecer antes, durante e depois das cirurgias, possibilitando o aumento da segurança na realização de procedimentos cirúrgicos, no local correto e no paciente correto, por meio do uso da Lista de Verificação de Cirurgia Segura (LVSC).

Desde 2009, a Anvisa, por meio da Gerência de Vigilância e Monitoramento em Serviços de Saúde, da Gerência Geral de Tecnologia em Serviços de Saúde  (GVIMS/GGTES), em parceria com a Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS/OMS), vem desenvolvendo ações relacionadas ao Segundo Desafio Global “Cirurgias Seguras Salvam Vidas”, cujo enfoque é a segurança cirúrgica em serviços de saúde.