Hospital Regional de Itanhaém duplicará capacidade da lavanderia

Unidade do CONSAÚDE no Litoral Sul do Estado realizará reforma da lavanderia e setor de limpeza, além de adquirir novos equipamentos

Como conseqüência do grande e crescente fluxo de pacientes na unidade nos últimos anos, a demanda por lavagem e manutenção no uso de roupas de cama, vestuário e demais itens em uso no HRI/CONSAÚDE aumentou exponencialmente, com destaque para o período de trabalho iniciado pelo Consórcio que realizou a reestruturação dos serviços de saúde no local trazendo maior dinâmica ao atendimento médico na região.

Para resolver esta situação, novos equipamentos adquiridos pela instituição foram entregues dia 16 de abril à unidade, são eles: uma lavadora (60kg), duas secadoras (50kg cada) e uma passadeira. As novas aquisições para a lavanderia do Hospital Regional de Itanhaém custaram R$ 260 mil, e tem por objetivo responder ao dobro de trabalhos e serviços hoje disponibilizados. Soma-se a isso o investimento de R$ 40 mil na instalação e compra de materiais para funcionamento do sistema de aquecimento a gás na própria lavanderia.

Segundo o Coordenador Geral de Serviços Administrativos do HRI/CONSAÚDE, José Antônio Antosczezem: ”A reforma e os novos equipamentos vão permitir a dinamização do horário de funcionamento e aumentar a quantidade de roupas lavadas em aproximadamente 50%. Sem falar na melhor qualidade da lavagem e limpeza dos produtos, visto que os equipamentos adquiridos são mais modernos e a reforma conta também com a implantação de um sistema de aquecimento, além de uma área física especifica para costura e rouparia.”

A reforma predial nos setores de lavanderia e limpeza do Hospital Regional de Itanhaém equacionará o espaço e vai melhorar o local de trabalho dos colaboradores envolvidos, sem falar na maior eficiência da produção do setor, o que vai dar maior

A previsão para o funcionamento está previsto para daqui há 30 dias, quando todas as máquinas estarão instaladas e as dependências da lavanderia devidamente reorganizadas. Atualmente, 14 servidores trabalham no setor, em regime integral.