HRLB é reabilitado como Unidade de Assistência de Alta Complexidade em Oncologia

FOTO HRLB

O Hospital Regional Dr. Leopoldo Bevilacqua – HRLB, administrado pelo CONSAÚDE, foi reabilitado neste ano como Unidade de Assistência de Alta Complexidade em Oncologia – UNACON.

De acordo com a portaria de nº 535 do Ministério da Saúde, o hospital está habilitado na atenção especializada em oncologia, inclusive com condições estruturais, de funcionamento e de recursos humanos. O HRLB conta com profissionais especialistas, sendo médicos e enfermeiros, aptos a realizarem procedimentos cirúrgicos, quimioterapia e hormonioterapia.

A reabilitação significa que o hospital possui todas as condições técnicas, instalações físicas, equipamentos e recursos humanos adequados à prestação de assistência especializada de alta complexidade para o diagnóstico definitivo e tratamento dos cânceres mais prevalentes no Brasil.

O Hospital é responsável pelo atendimento de 24 cidades que compõem o Vale do Ribeira, e recebe pacientes também do Litoral Sul (Mongaguá, Itanhaém e Peruíbe), prestando serviços de diagnóstico e tratamento das neoplasias malignas mais frequentes no Brasil (pele, mama, colo uterino, pulmão, estômago, intestino e próstata). O HRLB oferece as seguintes modalidades assistenciais: diagnóstico, cirurgia oncológica, oncologia clínica, suporte, reabilitação e cuidados paliativos. O setor de oncologia conta com uma equipe multidisciplinar que acompanha os pacientes, verifica e monitora a frequência às consultas e tratamentos agendados.

 

Sobre a Unidade

 

A Política Nacional de Prevenção e Controle do Câncer (Portaria 874/2013) descreve a necessidade de se garantir o cuidado integral ao usuário na Rede de Atenção à Saúde de forma regionalizada e descentralizada e estabelece que o tratamento do câncer será realizado em estabelecimentos de saúde habilitados como Unidade de Assistência de Alta Complexidade em Oncologia (Unacon) ou como Centro de Assistência de Alta Complexidade em Oncologia (Cacon).

Os estabelecimentos de saúde habilitados como Unacon ou Cacon devem oferecer assistência geral, especializada e integral ao paciente com câncer, atuando no diagnóstico, estadiamento e tratamento. Esses estabelecimentos deverão observar as exigências apresentadas na Portaria 140/2014 para garantir a qualidade dos serviços de assistência oncológica e a segurança do paciente.

Existem atualmente 288 unidades e centros de assistência habilitados no tratamento do câncer. Todos os estados brasileiros têm pelo menos um hospital habilitado em oncologia, onde o paciente de câncer encontrará desde um exame até cirurgias mais complexas.

1557145_789084727795780_4027558499477785850_o

O Hospital Regional Dr. Leopoldo Bevilacqua – HRLB, administrado pelo CONSAÚDE, foi reabilitado como Unidade de Assistência de Alta Complexidade em Oncologia – UNACON. A portaria de nº 535 entrou em vigor no último dia 15 de março.

De acordo com o Ministério da Saúde, o hospital está habilitado na atenção especializada em oncologia, inclusive com condições estruturais, de funcionamento e de recursos humanos. O HRLB conta com profissionais especialistas, sendo médicos e enfermeiros, aptos a realizarem procedimentos cirúrgicos, quimioterapia e hormonioterapia.

A reabilitação significa que o hospital possui todas as condições técnicas, instalações físicas, equipamentos e recursos humanos adequados à prestação de assistência especializada de alta complexidade para o diagnóstico definitivo e tratamento dos cânceres mais prevalentes no Brasil.

 

Sobre a Unidade

A Política Nacional de Prevenção e Controle do Câncer (Portaria 874/2013) descreve a necessidade de se garantir o cuidado integral ao usuário na Rede de Atenção à Saúde de forma regionalizada e descentralizada e estabelece que o tratamento do câncer será realizado em estabelecimentos de saúde habilitados como Unidade de Assistência de Alta Complexidade em Oncologia (Unacon) ou como Centro de Assistência de Alta Complexidade em Oncologia (Cacon).

Os estabelecimentos de saúde habilitados como Unacon ou Cacon devem oferecer assistência geral, especializada e integral ao paciente com câncer, atuando no diagnóstico, estadiamento e tratamento. Esses estabelecimentos deverão observar as exigências apresentadas na Portaria 140/2014 para garantir a qualidade dos serviços de assistência oncológica e a segurança do paciente.

Existem atualmente 288 unidades e centros de assistência habilitados no tratamento do câncer. Todos os estados brasileiros têm pelo menos um hospital habilitado em oncologia, onde o paciente de câncer encontrará desde um exame até cirurgias mais complexas.

Para mais informações sobre a habilitação do HRLB, basta acessar o link do site do INCA, aqui.