Laboratório Regional passa por controle de qualidade na área de Tuberculose

Como forma de manter o controle de qualidade e eficiência dos serviços prestados na área de análises clínicas e exames médicos, o Laboratório Regional/CONSAÚDE recebeu, dia 10 de junho, visita técnica de supervisão do Programa de Controle de Qualidade na área de Tuberculose.

O Laboratório Regional faz parte da rede de laboratórios do Programa de Controle da Tuberculose e periodicamente passa por uma supervisão direta coordenada no Estado de São Paulo pelo Instituto Adolfo Lutz.

Durante sua avaliação, as supervisoras verificaram todo o processo de execução das técnicas de baciloscopia e cultura para o diagnóstico da tuberculose utilizadas no Laboratório Regional, do recebimento das amostras a emissão dos laudos, incluindo as técnicas de biossegurança do setor. Verificaram também as condições da área física e dos equipamentos do setor de Tuberculose.

Segundo relato proveniente da unidade de São Paulo/SP, as técnicas utilizadas na unidade laboratorial do CONSAÚDE estão de acordo com o Manual Nacional de Vigilância Laboratorial de Tuberculose e outras Micobactérias. Além disso, consideraram a área física apropriada para execução da rotina de trabalho.

Além dos responsáveis pelo Laboratório Regional/CONSAÚDE, que acompanharam a visita, Silvia Mayumi Koga Zapotoski, Diretora Técnica, e Reynaldo Carneiro de Souza Neto, farmacêutico responsável pela área de tuberculose da Unidade, estiveram presentes na diligência do Instituto Adolfo Lutz de São Paulo, Maria do Carmo Macedo, Supervisora do Programa de Controle de Qualidade na área de Tuberculose e a Diretora do Núcleo de Tuberculose e Micobacteriose, Lucilaine Ferrazoli.

No próximo semestre será feita a supervisão indireta, uma espécie de releitura de todas as lâminas do período de março, abril, maio e junho de 2011 pelas supervisoras do Programa de Controle de Qualidade.