Obras da nova lavanderia do HRVR/CONSAÚDE já estão em andamento

Iniciada no dia 19 de maio, a construção da nova lavanderia do Hospital Regional Vale do Ribeira (HRVR/CONSAÚDE), em Pariquera-Açu, terá ainda cinco meses de duração, em acordo com as informações da Diretoria de Planejamento do CONSAÚDE. O projeto prevê uma área construída de 560,28 m², dentro da área do Hospital, dividida entre bloco principal e área de circulação, com espaços administrativos, depósitos, sanitários, áreas de centrifugação, secagem, armazenamento, distribuição, entre outras.

O custo da obra está orçado em aproximadamente R$ 1,1 milhão, e tem como objetivos: a modernização no sistema de lavagem das roupas hospitalares e a busca por uma maior eficiência do serviço. Já que a crescente demanda da unidade tornou necessário o aumento da capacidade e a redução do tempo de processamento das roupas para uso dos pacientes e profissionais – o que é dificultado pela estrutura atual.

Com equipamentos mais modernos, tais como lavadoras extratoras que economizam recursos e energia, o ambiente de trabalho se tornará mais agradável aos servidores, reduzindo assim os riscos dos manipuladores da lavanderia com relação à seleção e a classificação da roupa hospitalar antes da lavagem e que contemplem aspectos relevantes no quesito sanitário. A mesma ficará ligada à estrutura hospitalar por meio de rampas.

Com relação aos riscos, as roupas hospitalares são as mais críticas e também as mais fiscalizadas pela legislação sanitária do que as roupas hoteleiras ou de qualquer outro estabelecimento devido ao perigo de contaminações e infecções no setor hospitalar. Se comparados aos hotéis, por exemplo, os processos de lavagem são muito semelhantes com baixa variação entre os dois sistemas de hospedagem, porém em um hospital de referência como o HRVR/CONSAÚDE, quanto maior a limpeza, melhor será o trabalho de acolhimento dos pacientes do SUS – filosofia sempre adotada nas unidades do Consórcio Intermunicipal de Saúde do Vale do Ribeira.

Atualmente, a lavanderia do Hospital Regional, em um período de dezoito (18) horas por dia, lava 1.200 kg de roupas, enquanto que com a nova lavanderia e seus novos equipamentos será lavada a mesma quantidade, porém no intervalo de apenas dez (10) horas. Soma-se a isso o aspecto ambiental, pois hoje são gastos 80 mil litros de água por dia, usados para lavar nada menos que mil quilos de roupas. Com a nova estrutura, será possível gerenciar de maneira mais adequada a utilização do recurso.