Obras do Hospital Regional de Itanhaém Jorge Rossmann geram empregos e aquecem a economia local

IMG_4987

Empresa responsável pela obra tem gerado 110 empregos diretos, no estágio atual das obras. Empregos indiretos como locação de máquinas e equipamentos, e entrega de refeições, para o canteiro de obras, também tem impacto direto na economia da região – CONSAÚDE é quem gerencia os serviços de saúde oferecidos pela unidade.

Com o cronograma das obras executado de acordo com o planejado, o novo Hospital Regional de Itanhaém Jorge Rossmann tem proporcionada não somente boas previsões para a saúde regional e estadual, modificando aos poucos o visual da cidade, mas principalmente tem aquecido a economia local de maneira direta.

 As obras do HRI foram iniciadas em junho do ano passado, e encontram-se em avançado estado de execução. O número atual de empregos diretos gerados subiu dos 90 (Dez/2013) para os atuais 110 no começo deste ano. Sem contar os empregos indiretos (carpinteiros e armadores) gerados e a compra de insumos como pedras, areia, cimento – tudo isso tendo impacto direto na economia local, gerando emprego e renda no Litoral Sul Paulista.

A construção do novo prédio do HRI, unidade sob gerenciamento do Consórcio Intermunicipal de Saúde do Vale do Ribeira é resultado de gestões do governador do Estado, Geraldo Alckmin, e do presidente da Assembleia Legislativa de SP, deputado estadual Samuel Moreira na região, do Departamento Regional de Saúde (DRS IV Santos), do Conselho de Prefeitos do CONSAÚDE.

Mais saúde para Itanhaém e região

Em 2013, a unidade realizou milhares de atendimentos, com destaque para Itanhaém que fez o maior uso dos serviços de saúde do HRI/CONSAÚDE. Com um total de 3.049 saídas (61,31%). O mesmo valendo para os demais setores: Clínica Pediátrica (66,89%), Clínica Obstétrica (64,71%), Clínica Médica (60,68%), Clínica Cirurgica (48,19%) – porcentagem referente ao total de atendimentos.

O novo Hospital Regional aumentará em 155% a capacidade de atendimento em relação ao que é oferecido atualmente. Dos atuais 94 leitos, a nova estrutura passará a ter uma oferta de 240 leitos, dos quais 60 estarão sob cuidados intensivos (20 leitos de UTI Neonatal, 10 leitos de UTI Infantil, 20 leitos de UTI Adulto e 10 de Unidade Semi-Intensiva). Portanto, a cidade de Itanhaém e a microrregião do Litoral Sul quase que terão ao seu dispor o triplo da capacidade atual de atendimentos, sem contar também nas centenas de empregos gerados resultantes do acréscimo de recursos humanos.Toda a obra tem um custo de aproximadamente R$ 60 milhões, 100% com recursos do governo do Estado.

Logo após o término da obra, o prédio que abriga atualmente o HRI será totalmente reformado e modernizado para acompanhar a nova estrutura. A obra encontra-se atualmente na montagem da laje de piso do 4º pavimento e com os equipamentos (painéis e grupo gerador) para ligação da cabine primária do novo HRI já adquiridos.

O Hospital Regional de Itanhaém atende de portas fechadas por meio de regulação médica vinculado ao Departamento Regional de Saúde (DRS IV Santos) e atende urgências e emergências para parturientes e gestantes de toda a região.