Obras do novo HRLB têm início com serviços de terraplanagem

IMG_3983

As obras de construção do novo bloco do Hospital Regional Dr. Leopoldo Bevilacqua (HRLB), de Pariquera–Açu, gerenciado pelo Consaúde – Consórcio Intermunicipal de Saúde do Vale do Ribeira e Litoral Sul, tiveram início no final do mês de julho com a limpeza do terreno e execução da fundação, dentro do cronograma previsto pela Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo (SES-SP).

O HRLB passa por obra de ampliação com a construção de uma nova edificação, onde funcionarão o Pronto-Socorro, a Unidade de Tratamento Semi-Intensivo adulto, a Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) adulto, o Centro Cirúrgico, a Central de Material Esterilizado (CME), o Setor de Internação e o Serviço de Nutrição e Dietética, em bloco adjacente. Em ritmo acelerado seguem as obras da nova cozinha e refeitório, com 600 metros quadrados, as quais antecedem a construção do novo prédio. A previsão é que a cozinha seja entregue até o final deste ano.

O novo bloco do HRLB contará com um total de 108 leitos, sendo 60 para internação, 20 leitos UTI adulto, 10 leitos semi-intensivos e 18 leitos para pacientes em observação. O novo prédio contará com uma área de 8.796,08 m² distribuídos em cinco pavimentos e um bloco adjacente devidamente equipados e mobiliados, oferecendo aos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS) atendimentos de urgência e emergência, procedimentos cirúrgicos e internações, conforme normas regulamentadoras do Ministério da Saúde e diretrizes da Secretaria de Estado da Saúde.

O HRLB é referência em atendimentos de média e alta complexidade no Vale do Ribeira, e sua localização é estratégica: está a 10 km da Rodovia Régis Bittencourt (BR 116) e a aproximadamente 200 km de grandes centros urbanos como São Paulo, Santos, Sorocaba e Curitiba. O hospital é uma unidade da Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo, administrada pelo Consaúde, voltada ao atendimento dos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS) e que abrange os 15 municípios pertencentes à Diretoria Regional de Saúde XII.

Após a conclusão da nova edificação, será realizada a reforma da estrutura atual a fim de modernizá-la e torná-la adequada às legislações e normas vigentes. Por enquanto, ainda não existe projeto para a reforma da edificação em funcionamento. O orçamento previsto para a construção do novo prédio é de R$25 milhões, com recursos da SES-SP, com término das obras ao final de dois anos.

IMG_3963