Recém-nascidos no HRLB são vacinados contra tuberculose

vacina-bcg

A Maternidade do Hospital Regional Dr. Leopoldo Bevilacqua, administrado pelo CONSAÚDE, passou a vacinar recém-nascidos contra a tuberculose desde o dia 5 de setembro. Os bebês nascidos no Hospital recebem a primeira dose da BCG e voltam para casa imunizados.

De acordo com a diretora de enfermagem do HRLB, Neusa Balbo, “a iniciativa vem ampliar a cobertura vacinal no Vale do Ribeira. Os números de casos de tuberculose estão aumentando em todo o país, daí a necessidade de ampliar o número de recém-nascidos vacinados”, afirmou.

A Maternidade do HRLB já realiza testes importantes como da orelhinha, do olhinho, do coração e do pezinho, detectando precocemente possíveis patologias. Os recém-nascidos também já recebem a vacina contra hepatite B. Atualmente, a média do Hospital é de 200 partos ao mês.

A vacina BCG é aplicada de segunda a sexta. Aos finais de semana, as mães recebem a orientação necessária para procurar a unidade de saúde mais próxima de suas casas a fim de vacinar os bebês.

BCG

A vacina contra Tuberculose surgiu no ano de 1920, em Paris, sendo chamada de BCG, que significa Bacilo de Calmette e Guérin, em homenagem aos dois cientistas que a desenvolveram. Atualmente é aplicada por via intradérmica no braço direito. No local aparece um pequeno inchaço (pápula) que desaparece em alguns dias. Cerca de 4 a 6 semanas após surge uma inflamação local que evolui para uma pequena ferida que poderá apresentar uma secreção amarelada, evoluindo depois para crosta e cicatrização, deixando uma marquinha no local. Durante esse período recomenda-se apenas o uso de água e sabonete para limpeza sem necessidade de medicação ou curativos.

A vacinação deve ser aplicada o mais precoce possível de preferência ainda no berçário, pois a contaminação e a infecção pela bactéria ocorrem precocemente em nosso meio.