SCIH do HRLB/CONSAÚDE implanta nova versão de protocolo

O SCIH (Serviço de Controle de Infecção Hospitalar) do HRLB/CONSAÚDE, desde o dia 19 de outubro, iniciou a implantação da versão atualizada do Protocolo de Precauções Padrão e Adicionais em todos os setores do Hospital.

As práticas de precauções são utilizadas há muitos anos como estratégia para a prevenção e controle de doenças transmissíveis e infecções cruzadas. O destaque vem sendo dado às barreiras mecânicas, químicas e ambientais com o intuito de interromper a cadeia epidemiológica no ambiente hospitalar.

Com a evolução dos conhecimentos científicos, novas recomendações surgiram, enfatizando a adoção de medidas racionais dirigidas ao modo de transmissão de doenças. Nem sempre é possível reconhecer imediatamente os casos de doenças transmissíveis, por isso a importância da plena incorporação e aplicação das Precauções Padrão, que são consideradas a base para a prevenção da transmissão de doenças, que atualmente, com o advento de doenças emergentes e reemergentes. Assim sendo, a aplicação consistente das Precauções Padrão em todas as situações, independente do conhecimento do diagnóstico do indivíduo a ser assistido, é considerada elemento-chave para o sucesso na prevenção.

A atualização mais importante do protocolo traz como novidades a identificação visual dos leitos dos pacientes com cores e siglas:

– Precauções Padrão (PP) – BRANCA

– Precauções de Contato (PC) – AMARELA

– Precauções para Aerossóis (PA) – VERMELHA

– Precauções para Gotículas (PG) – AZUL

– Precauções de Contato + Aerossóis (PCA) – LARANJA

– Precauções para Imunossuprimidos (PI) – VERDE

O objetivo é a comunicação visual, ou seja, todos os profissionais devem estar atentos, e ao visualizarem uma placa de identificação colorida na cabeceira do leito, estejam cientes que para se aproximar ou tocar naquele paciente, existem alguns cuidados ou paramentações obrigatórias, sejam para proteção do paciente ou do próprio profissional, porém com a finalidade de prevenir doenças transmissíveis e a infecção hospitalar cruzada.

A equipe do SCIH, desde então, tem comparecido nos setores informando e abrangendo o maior número possível de profissionais médicos e da enfermagem, incluindo os serviços técnicos e auxiliares como fisioterapia, farmácia, lavanderia, limpeza, nutrição, manutenção, administrativos e laboratório.

Nos mais diversos setores do HRLB, estará afixada uma tabela das precauções que poderá ser consultada para informar-se de como se portar diante de um paciente com identificação colorida, e nesta tabela as patologias mais comuns em nosso hospital como: germes multirresistentes, pediculose, diarreia, escabiose, tuberculose pulmonar, H1N1, sarampo, meningites, rubéola, caxumba, difteria, coqueluche, varicela, herpes zoster, grandes queimaduras e imunossuprimidos.

No site do CONSAÚDE e na rede interna de computadores do HRLB (pasta da Educação Continuada) estão disponíveis cópias digitais completas do Protocolo, com cerca de 200 patologias catalogadas. A equipe do SCIH está à disposição para ser consultada e esclarecer as dúvidas dos profissionais.