UTI do HRLB/CONSAÚDE completa 20 anos

20180424_122247

A UTI (Unidade de Terapia Intensiva) do Hospital Regional Dr. Leopoldo Bevilacqua (HRLB), administrado pelo CONSAÚDE, completou 20 anos de atividades neste mês de abril. São 9 leitos de UTI adulto e o trabalho de 28 técnicos de enfermagem, 5 enfermeiros, 7 médicos e 2 fisioterapeutas, que ajudam a construir uma história importante para a saúde do Vale do Ribeira.

O contrato de serviços de construção da UTI data de 11 de junho de 1997, após processo licitatório que definiu a empresa a executar os serviços. Na época, o Hospital era administrado pelo CODIVAR (Consórcio de Desenvolvimento Intermunicipal do Vale do Ribeira), tendo como presidente o prefeito de Ilha Comprida Décio José Ventura. O contrato da execução da obra é o de número 02/97, processo 00039/97. O valor pelo regime de empreitada por preços unitários era de R$249.644,36 (Duzentos e quarenta e nove mil, seiscentos e quarenta e quatro reais e trinta e seis centavos).

A UTI foi construída anexa ao Hospital e já iniciou as atividades em abril de 1998 com nove leitos altamente equipados, atendendo às normas de qualidade e tecnologia. O credenciamento veio por meio da Portaria nº757 de 16 de outubro de 2002 do Ministério da Saúde.

A UTI adulto do HRLB, única na região, atende usuários de todo o Vale do Ribeira e a demanda da Rodovia Régis Bittencourt, que liga os estados de São Paulo e Paraná. A Unidade é também retaguarda para os casos cirúrgicos que requeiram cuidados intensivos.

Em 2016 foram 442 internações na UTI; em 2017, 427 internações. Já no primeiro trimestre de 2018, 115 pacientes estiveram internados na UTI.

A UTI do HRLB/CONSAÚDE possui indicadores de qualidade como a escala de Braden, que é uma ferramenta muito importante para prevenção e tratamento das lesões por pressão, e a escala de NAS (Nursing Activities Score) que fornece dados sobre a gravidade de pacientes, desempenho de atividades na Unidade e adequação de recursos humanos, subsidiando assistência segura e de qualidade.

Além disso, o CONSAÚDE mantém em seus serviços uma UTI Móvel, equipada e tripulada com profissionais médicos e de enfermagem, sendo um aporte no transporte hospitalar em atendimentos que necessitam de cuidados intensivos.

 

História

O Hospital Regional do Vale do Ribeira (HRVR), atualmente Hospital Regional Dr. Leopoldo Bevilacqua (HRLB), localizado no município de Pariquera Açu, foi criado em 1950 pelo Governador Adhemar de Barros. Desde a sua fundação, apresentou problemas na atração e fixação de profissionais de saúde.

Um importante passo para proporcionar mão-de-obra qualificada para o Hospital foi a criação da Escola de Auxiliar de Enfermagem, experiência que acabou resultando no CEFORH (CENTRO DE FORMAÇÃO DE RECURSOS HUMANOS), reconhecido internacionalmente.

Restava atrair médicos e enfermeiros para o Hospital. Com o Convênio entre a Secretaria do Estado de Saúde e a Santa Casa de Misericórdia de São Paulo, que trouxe programas de Residência Médica para o HRVR, houve uma melhora acentuada no atendimento médico à população carente.

A Santa Casa de São Paulo não renovou o convênio. Em 1989, foi então criado o CODIVAR – Consórcio de Desenvolvimento Intermunicipal do Vale do Ribeira, que passou a gerenciar o HRVR.

Em abril de 1998, mais um importante avanço para o Hospital: a fundação da UTI adulto. Os serviços de saúde gerenciados pelo CODIVAR ficaram sofisticados, os profissionais eram altamente qualificados, equipamentos caríssimos eram disponíveis, sendo necessária a profissionalização da gestão de tão fundamentais serviços para a população. Este processo teve início em 2001, com a criação do CONSAÚDE (Consórcio Intermunicipal de Saúde do Vale do Ribeira) que, progressivamente, foi adquirindo estrutura.

Em pouco tempo, o CONSAÚDE conseguiu ampliar a capacidade de atendimento no HRLB e o leque de serviços especializados. Atualmente, o HRLB possui um total de 208 leitos, sendo 150 para internação, 9 leitos de UTI adulto, 7 de UTI e 7 de UCI Neonatal, 21 leitos de observação e 10 obstétricos e um total de 1.238 funcionários.

 

Histórias marcantes

Alguns casos de pacientes também fazem parte da história da UTI do HRLB/CONSAÚDE. E marcaram para sempre a vida dos profissionais que trabalharam ou ainda trabalham na Unidade.

O casal Marcio e Tatiane Faller foi atendido no Hospital após grave acidente na Rodovia Régis Bittencourt, em 2013. Marcio ficou internado na UTI. Foram dez dias de internação, muito sofrimento e emoções. O casal é de Tramadaí, no Rio Grande do Sul. Marcio Faller faz questão de agradecer: “Para vocês nós somos mais um, mas para nós vocês fizeram a diferença”. Para Tatiane, foram dias difíceis mas o acolhimento no HRLB ficará na memória. “Nós ficamos emocionados, porque o que vivemos nesse Hospital foram dias difíceis sim, mas foram momentos que vão ficar pra sempre nas nossas memórias. Eu me lembro da atenção que todos tinham comigo, está tudo gravado na nossa mente e no nosso coração, o tratamento foi simplesmente sensacional, esse Hospital é o melhor que vi até hoje. Uma equipe que trabalha por vidas e vidas são valorizadas e priorizadas”, relembra.

Outra história marcante foi a do paciente Antonio Valdecir Monteiro, que deu entrada na UTI em 1º de novembro de 2017. A equipe da Unidade, sabendo do aniversário de casamento do paciente, preparou uma singela “festa”. Junto da esposa, ele comemorou 25 anos de casamento. A alta do hospital para casa foi em 24 de dezembro, véspera de Natal, mais um motivo de festa para esta família.

 

UTI

A UTI do HRLB/CONSAÚDE surgiu através da necessidade de oferecer um suporte avançado para os pacientes do Vale do Ribeira, sendo um ambiente reservado e único no Hospital Regional Dr Leopoldo Bevilacqua que oferece vigilância 24 horas, com uma equipe multiprofissional especializada. Oferece equipamentos de monitorização contínua, que atendem pacientes em estado potencialmente grave ou com descompensação de um ou mais sistemas orgânicos.