No Vale do Ribeira, regulação médica de urgências e emergências será feita pela internet

A Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo entendendo a Regulação como uma importante ferramenta da saúde pública, criou a Central de Regulação de Oferta de Serviços de Saúde (CROSS), que une as ações voltadas para o atendimento ao paciente do SUS, através de um portal de internet que permite uma visualização de uma maior oferta de vagas para transferência de pacientes, em casos de urgência e emergência, na maior parte das regiões do estado – o que aumenta a agilidade do atendimento.

Entre as Centrais mais eficientes do Estado, encontra-se a do SAMU Vale do Ribeira, gerenciado pelo CONSAÚDE (Consórcio Intermunicipal de Saúde do Vale do Ribeira), que chega a resolver mais de 90% das demandas de urgência e emergência dos quais é solicitada. Além disso, é a única a funcionar 24hs por dia. Com uma média mensal de 450 regulações.

Com a abrangência do Cross e a resolutividade da Central de Regulação do SAMU, um novo processo, ainda mais eficiente, para urgências e emergências será implantado na região. A implantação do Portal CROSS agregará a regulação regional (urgência e emergência) a todo o Estado, via internet. O novo sistema busca ampliar e organizar de forma mais contundente o acesso do usuário de saúde ao SUS, integrando o máximo de regulações em São Paulo.

Segundo o médico Domingos Guilhermo Napoli, Gerente Técnico da Cross, que esteve em Pariquera-Açu, dia 27 de abril, ministrando o funcionamento do sistema online para os médicos, a Cross não substitui a central de regulação regional. “A CROSS tem por objetivo reforçar o atendimento das centrais de regulação e agilizar o serviço mediante a tecnologia e acesso a um maior número de vagas. Além disso, não vamos normatizar a regulação médica, somente deixá-la mais dinâmica. Agora vamos estar mais perto do Vale do Ribeira.”

Estiveram presentes no encontro o diretor do Departamento Regional de Saúde (DRS – XII), Nilson Rezende, a diretora do SAMU Vale do Ribeira, Sabrina Postarek, além dos representantes do HRVR/CONSAÚDE, o diretor técnico, Roberto Tavares Vilanova e o diretor clínico, Fredy Paredes.

No próximo mês, os 15 médicos reguladores e os auxiliares de regulação médica do SAMU Vale do Ribeira farão um novo treinamento com a CROSS para poderem se habilitar ao uso do novo sistema.