Presidente do Consaúde vistoria obras de ampliação do Hospital Regional Dr. Leopoldo Bevilacqua

Consaúde_site

As obras de reforma e ampliação do Hospital Regional Dr. Leopoldo Bevilacqua, em Pariquera-Açu, seguem em ritmo acelerado. Já foram iniciados os trabalhos de construção dos setores da cozinha e de hemodiálise, que antecedem o futuro novo prédio com cinco pavimentos (incluindo o térreo) e cerca de 7.300 metros quadrados.

Nesta semana, as obras foram vistoriadas pelo presidente do Consórcio Intermunicipal de Saúde do Vale do Ribeira e Litoral Sul (Consaúde), Marco Aurélio Gomes, que é prefeito de Itanhaém. O novo edifício terá 101 leitos, de acordo com o projeto, que serão adicionados à capacidade atual, totalizando quase 300 leitos. Destes 101 novos, 11 serão para pacientes em observação, 20 para Unidade de Terapia Intensiva, 60 para internação e 10 para semi-intensiva.

Marco Aurélio enfatizou a importância da ampliação. “Que visa não só modernizar a estrutura atual como também adequá-la para atender a crescente demanda do Vale do Ribeira”. Segundo ele, no Litoral Sul também está ocorrendo um investimento similar em infraestrutura hospitalar, com a ampliação do Hospital Regional Jorge Rossmann, de Itanhaém. “Estamos formando um pólo de qualidade em saúde pública dentro da região abrangida pelo Consaúde, que contempla 24 municípios”.

As obras na unidade de Pariquera seguem nas áreas da cozinha e da hemodiálise, que ganharão espaços com 600 metros quadrados e 740 metros quadrados, respectivamente. Para maio, está prevista a obra do prédio novo, com 7.300 metros quadrados, com o térreo e mais quatro pavimentos. O prédio antigo, que data da década de 50, será reformado quando o prédio novo for concluído. O investimento está orçado em torno de R$ 25 milhões, oriundos do Governo do Estado.

Atualmente, o complexo hospitalar atende especialidades como cardiologia, neurologia, ortopedia, nefrologia, pediatria, otorrinolaringologia e UTO Neonatal, entre outras. Com o término das obras, o atendimento dessas será ampliado, além de proporcionar melhores condições para funcionários e pacientes. “Serão instalações mais modernas, no padrão adotado pela Secretaria de Estado da Saúde”, destacou a diretora administrativa do Consaúde, Bianca Palfi.