Funcionários do CONSAÚDE realizam ato em frente ao HRLB

Na última sexta-feira, 11 de abril, funcionários representados pelo Sindsaúde voltaram a realizar protesto em frente ao HRLB, com destaque para o uso de apitos e som em frente a uma unidade hospitalar – o que vai de encontro à determinação feita pelo TRT da 15ª Região.

Quanto as pautas do Sindsaúde, o Consórcio está se empenhando na busca por soluções às solicitações do sindicato. Entre elas, o aumento já dado de 6%, desde o início do ano, e o reajuste no vale alimentação/refeição de aproximadamente 100%.

Foi determinado pelo TRT da 15ª Região a suspensão da greve até o dia 29 de abril, quando o CONSAÚDE e o Sindsaúde participarão de nova mesa de negociação no Tribunal, em Campinas/SP. No que o Sindsaúde se comprometeu em respeitar a respectiva decisão judicial.

O diretor do Sindsaúde Vale do Ribeira, João Carlos dos Santos, afirmou que a mobilização dos trabalhadores “(…) foi um ato em defesa da saúde pública do Vale do Ribeira e para junto ao CONSAÚDE discutir a continuidade das pautas dos trabalhadores e mostrar aos representantes da política da região que continuamos mobilizados pela busca na melhoria das condições de trabalho e reajuste salarial. Além de defender uma melhor política de saúde para toda a população.”

O diretor superintendente do CONSAÚDE, José Antônio Antosczezem, reiterou o compromisso de sempre buscar melhorar a saúde regional e prestar serviços de qualidade à população. Lembra também do compromisso acordado entre as duas partes na última reunião, realizada no TRT da 15ª Região, de que a categoria permaneceria com o andamento dentro do normal no que se refere as suas atividades, e destacou: “(…) a mesa de negociação com os trabalhadores sempre estará aberta, assim como a busca de soluções viáveis para ambas as partes, desta maneira vamos nos reunir no dia 29 de abril para deliberar sobre as pautas de interesse dos trabalhadores do Consórcio.”

Na semana passada, o sindicado  dos enfermeiros realizou acordo junto ao CONSAÚDE, semelhante do realizado pelo Sindsaúde, quando se comprometeu em retomar as atividades, e estabelecendo o dia 29 de abril como próxima reunião para discussão de propostas e pautas dos grevistas. Atualmente somente a categoria dos médicos está em greve.